sexta-feira, 1 de setembro de 2017

No Brasil, hoje, só há um Supremo com força para julgar com credibilidade: DEUS.