quinta-feira, 30 de maio de 2013

Coisas do Brasil

         
Por Juahrez Alves  

          Certo político abordou um artista famoso e o convidou para ser candidato a deputado federal pelo seu partido. O artista, sentindo-se desconfortável, interpelou-o com as seguintes interrogações:
          - Mas como? Eu só sei cantar. Até as minhas coisas quem administra é o meu empresário. Ele é que seria a pessoa certa para os seus propósitos.
         O político não vacilou em continuar a conversa:
         - E quem disse que nós queremos que você faça alguma coisa, além de votar a favor dos nossos interesses?
         - Mas será que os seus interesses são os mesmos interesses do meu público? - Retrucou o artista.
         - O seu público só quer mesmo o Bolsa Família, isso nós damos. Quanto a você, aceite o nosso convite e lhe pagamos o dobro do que você ganha anualmente com os seus shows, fora as suas comissões estupidamente gordas. Isso tudo por fora do orçamento, é claro.
         O artista pensou um pouco e perguntou ao político:
         - Mas você só precisa mesmo dos meus votos?
         Respondeu-lhe o político:
         - E de mais uma coisinha?
         - O quê? -
         - Boca fechada.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Por que Nascemos e Morremos?

Um certo discípulo, intrigado com as coisas da vida, chegou ao seu mestre e peguntou?

 - Mestre, por quê nascemos e morremos?

 E oportunamente, o velho sábio respondeu-lhe:

 - Um aprendiz de equilibrista, não aprende a equilibrar-se em uma corda bamba sem muitas quedas e tentativas. Assim é a jornada do espírito sobre a matéria em busca da perfeição.

 Então, o discípulo entendeu, que a vida na terra é como uma corda bamba.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Revelação do Amor

O amor não se encerra na união de um homem e de uma mulher ou naquele amor de amigo, nem mesmo no amor de pais e filhos. O amor se revela de tal maneira que chega a ser responsável pela união de uma humanidade.(Juahrez Alves)

sábado, 25 de maio de 2013

Oferecer a Outra Face

Um discípulo de artes marciais chegou ao seu mestre e perguntou:
- Mestre, por quê aprendemos a lutar, se o senhor mesmo nos diz que devemos oferecer a outra face?
E respondeu-lhe o mestre:
- Um guerreiro de verdade não usa a sua espada para ferir ou matar pessoas, mas apenas para combater a ignorância, o orgulho e o egoísmo.(Juahrez Alves)

sexta-feira, 24 de maio de 2013

terça-feira, 21 de maio de 2013

domingo, 19 de maio de 2013

A Quadratura de um Círculo

Na vida, às vezes é preciso enxergar na circunferência de um quadrado, a quadratura de um círculo.(Juahrez Alves)

sábado, 11 de maio de 2013

Carente de Amor

O ser humano não pode nascer para viver, exclusivamente, em função de sua família, enquanto o mundo agoniza, carente de amor.(Juahrez Alves)

sábado, 4 de maio de 2013

O Aprendiz e o Mestre

Um aprendiz de artes marciais chegou ao seu mestre e perguntou:

    - Mestre, explique-me qual a diferença entre valentia e covardia?

O instrutor olhou surpreso para o seu aluno, e entendendo que ele precisava aprender a ler nas entrelinhas, respondeu-lhe:

    - O covarde morre um dia, mas o valente um dia morre.

(By Juahrez Alves)